Grupos de Pesquisa do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas

Núcleo de Estudos Lingüísticos Interacionais – NELIN

Apresentação: O Núcleo visa congregar trabalhos que tenham como foco de interesse a interação seja numa perspectiva da aquisição da linguagem, no sócio-cognitivismo ou no discurso.

Coordenador (a): Marianne C. B. Cavalcante

Contatos:
E-mail:
Site: http://sites.google.com/site/lasprat/

topo

Laboratório Semântico-Pragmático de Textos – LASPRAT

Apresentação: Partindo do pressuposto que a língua e seus usos são fundamentalmente argumentativos, o Laboratório Semântico-pragmático de Textos objetiva, na perspectiva da Teoria da Argumentação – postulada Jean-Claude Anscombre, Oswald Ducrot (1983, 1987, 1998, 1995) e outros – descrever a estrutura e o funcionamento semântico-argumentativo de gêneros discursivos escritos e falados, objetivando conhecer como a argumentatividade – característica intrínseca às línguas naturais – está materializada lingüisticamente nos gêneros discursivos, salientando que o ponto de partida é o lingüístico, porém inserido em uma perspectiva de linguagem que dê conta da relação homem, linguagem e contexto.

Coordenador (a): Lucienne Espíndola

Contatos:
E-mail:
Site: http://sites.google.com/site/lasprat/

topo

Grupo de Estudos da Linguagem, Interação Social e Cognição – INTERCOG

Apresentação: O grupo de pesquisas em Linguagem, Interação Social e Cognição advêm das recentes teorias tanto de cunho interacional quanto cognitivo que vêem nos estudos da linguagem a importância de se considerar seu uso como primário e mais básico do que sua forma. O que difere esta vertente dos demais tipos de funcionalismos, já cristalizados na lingüística e em outras ciências humanas e sociais, é que o uso da língua, ato social, pode também ser analisado do ponto de vista do sujeito.

Coordenador (a): Jan Edson Rodrigues-Leite

Contatos:
E-mail:
Site:

topo

Grupo de estudos em Processamento Lingüístico – GEPROL

Apresentação: Tem como objetivo pesquisar a linguagem humana na perspectiva da Psicolingüística Experimental, investigando os processos mentais relacionados à compreensão e à produção de linguagem. O grupo realiza suas pesquisas no LAPROL – Laboratório de Processamento Lingüístico. Os temas focalizados nas pesquisas do LAPROL dizem respeito ao Processamento lingüístico em adultos sem patologia, processamento lingüístico em aprendizes de L2, e ao processamento lingüístico em indivíduos com patologias e déficits de linguagem.

Coordenador (a): Márcio Martins Leitão

Contatos:
E-mail:
Site: http://www.cchla.ufpb.br/laprol/

topo

Dicionário da Eneida, Devirgílio

Apresentação: Verbetização de deuses, heróis, personagens de modo geral, locais e plantas dos doze livros que constituem o poema épico Eneida (século I a.C.), do poeta latino Virgílio. A pesquisa se realizará em três etapas: Livros de I a IV, Livros de V a VIII e Livros de IX a XII. No momento, estamos no processo de revisão da primeira etapa – Livros de I a IV -, com prazo até outubro de 2011, para finalização e publicação.

Coordenador (a): Prof. Dr. Milton Marques Júnior; Supervisão do Prof.  Dr. Juvino Alves Maia Júnior

Contatos:
E-mail: marquesjr45@hotmail.com
Site:

topo

O Lugar da Metáfora na Teoria Geral dos Signos

Apresentação: Trata-se de uma revisão do tema da metáfora considerada como signo icônico, conforme definido pela semiótica peirciana, a partir do que propomos discutir as interpretações que se tem feito desse conceito, bem como sua aplicação em áreas de conhecimento que se fundamentam nas ciências da linguagem, tais como a teoria da literatura e a crítica literária.

Coordenador(a): Expedito Ferraz Júnior

Contatos:
E-mail: expeditoferraz@uol.com.br
Site:

topo

Práticas Escolares de Leitura e Discursos Sobre a Leitura

Apresentação: Essa pesquisa consiste na investigação acerca dos modos de ler e de falar sobre a leitura na escola, enquanto práticas desenvolvidas pelos sujeitos alunos e professores, a fim de contribuir para a formulação de uma memória do leitor escolar ou escolarizado que permita a reflexão sobre o (e/ou a revisão do) discurso da leitura e sua prática em sala de aula. Por um lado, interessa-nos analisar como foram e como são lidos, por professores e alunos, não apenas os textos objetos do “estudo da leitura”, mas o conjunto dos textos que circularam e circulam em sala de aula, a exemplo dos instrumentos de divulgação das ideias linguísticas; investigar o que dizem professores e alunos sobre a leitura e estabelecer a sua relação com a construção de um discurso sobre a leitura, veiculado, nesse contexto, através do material didático utilizado, dos PCNs, das revistas (especializadas ou não), dos jornais etc., considerando o que informam esses documentos oficiais ou não sobre o assunto, em diferentes épocas. Por outro lado, vemos também a possibilidade de investigar o cotidiano, dentro e fora da escola, do leitor em formação, o aluno, e do leitor que pretende formar leitores, o professor.


Coordenador (a): Maria Ester Vieira de Sousa

Contatos:
E-mail: teca.vieiradesouza@gmail.com
Site:

topo

TBL: Teorias Linguísticas de Base

Apresentação : O TLB visa, inicialmente, à criação de alicerce teórico capaz de sustentar as discussões sobre língua/linguagem: morfologia e morfossintaxe, com a participação de alunos da graduação de letras e pós-graduação de linguística, Estudos da Linguagem e Língua Portuguesa, dentre outros alunos que estejam interessados em tais questões. A partir destes estudos o grupo vai realizar algumas aplicações que estimulem o desenvolvimento de linhas, projetos e programas, vislumbrando ações e publicações que colaborem na descrição de fenômenos linguísticos no português do Brasil e, mais especificamente, as manifestações linguísticas concretizadas no discurso do texto escrito paraibano. Assim a meta desta primeira etapa é fomentar o aporte teórico primário para um aprofundamento efetivo nos estudos sobre a Linguística Funcional. Os fundamentos teóricos, desta etapa, serão elencados a partir de uma lógica que os compreende como essenciais na formação do pesquisador na área da Linguística. Genericamente as principais vertentes do que se definiu chamar Teorias de Base são: Linguística histórico-comparativa, Pré-estruturalismo (Saussure); Estruturalismo (CLP- Círculo Linguístico de Praga, Mattoso Câmara); Teoria do Inatismo via Chomsky; Teoria sociointeracionista, via Vigotsky; Teoria da Variação (via Labov e Tarallo); Estudos sobre o texto, via Beaugrande/Dressler, Koch; Estudos sobre o discurso, via Bakthin; e Linguística Cognitiva via, Langacker. Na segunda fase, serão promovidas as pesquisas de maior envergadura em prol do desenvolvimento da Linguística Funcional no âmbito da UFPB. Nesta acepção, temas como: iconicidade (protótipo e marcação), forma versus função, transitividade oracional, relevância discursiva (figura e fundo), dentre outros, serão estimulados e desenvolvidos.

Coordenador(a): Denilson Matos

Contatos:
Email: amandabmf@gmail.com; delmawanderley@gmail.com; anacoely11@gmail.com
Site: dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0083801S2DNU4G

topo

Letramento: Teoria e Prática na Formação do Professor Cidadão

Apresentação:

O projeto busca avaliar o programa das disciplinas pedagógicas do curso de letras, tendo como referência a importância da inclusão de abordagem sobre letramento.

Coordenador (a): Denilson Matos

Contatos:
E-mail:  andrea.dlcv@hotmail.com; anaelisabeasb@gmail.com

topo

“Poesia em Novos Suportes”

Apresentação: Dentro do contexto da cibercultura e da ciberliteratura que movimentam interesses inovadores,  em especial do fazer poético, a presente pesquisa busca estudar os caminhos de produção, criação e divulgação da ‘Poesia Digital’, tendo o computador como imprescindível máquina semiótica, atuando como suporte e, quiçá, co-autor da nova poesia”.

Coordenador (a): Prof. Dr. Amador Ribeiro Neto (UFPB/CCHLA/DLCV/PPGL)

Contatos:
E-mail: amador.ribeiro@uol.com.br
Site: www.barrocidade.zip.net

topo

Gêneros Textuais e Ensino: Produção de Material Didático para a Prática de Leitura e de Escrita no Ensino de Língua Portuguesa

Apresentação: O presente projeto tem por objetivo refletir as práticas docentes desenvolvidas no ensino de Língua Portuguesa no nível fundamental, visando à produção de material didático para a prática da leitura e da escrita. Essa reflexão se fundamenta em teorias da enunciação e do discurso em que se alicerçam os Parâmetros Curriculares Nacionais para o ensino dessa disciplina. Nosso entendimento é o de que ensinar língua a partir dessas teorias significa tomar o texto em suas diferentes realizações, ou seja, eleger os gêneros textuais/discursivos como objeto desse ensino. Nessa perspectiva, busca-se libertar essas práticas de alguns reducionismos de natureza linguística, em que as palavras são vistas sob seu aspecto eminentemente discreto e combinatório sem se levar em conta seus entornos enunciativos.

Coordenador (a): Maria das Graças Carvalho Ribeiro

Contatos:
E-mail:
Site:

topo

A Fonética e o Ensino do Português como Língua Materna

Apresentação: Este projeto tem por objeto de estudo, de um lado, a interface Fonética-Fonologia / Ortografia e, de outro, a interface Fonética-Prosódia / Pontuação, no contexto do processo de ensino-aprendizagem da Língua Portuguesa como língua materna nas escolas públicas municipais e estaduais do Município de João Pessoa – PB.

Coordenador (a): Prof. Dr. Cirineu Cecote Stein

Contatos:
E-mail: cirineu.stein@cchla.ufpb.br
Site:

topo

A Fonética e o Ensino do Português como Língua Estrangeira

Apresentação: O objetivo deste projeto é desenvolver, em última análise, uma metodologia de ensino facilitadora da aquisição dos fonemas da Língua Portuguesa falada no Brasil por estudantes estrangeiros. A partir de entrevistas realizadas junto a estudantes de língua nativa espanhola, francesa, inglesa e alemã, serão identificados os problemas específicos, no nível da fonética articulatória, que tornam a aquisição da pronúncia dos fonemas portugueses difícil.

Coordenador (a): Prof. Dr. Cirineu Cecote Stein

Contatos:
E-mail: cirineu.stein@cchla.ufpb.br
Site:

topo

O Linguajar do Sertão Paraibano – patrimônio linguístico-cultural

Apresentação: O propósito desta Ação de Extensão (Edital n. 05 Proext 2010 – MEC/SESU) é mapear as variedades dialetais existentes na mesorregião geográfica do sertão paraibano, incluindo os municípios de Patos, Catingueira, Catolé do Rocha, Pombal, Princesa Isabel, Souza, Itaporanga, Cajazeiras e Conceição, assumidas como constituintes do patrimônio cultural imaterial brasileiro. Esse mapeamento considerará as metodologias utilizadas pelo IPHAN, pelo Inventário Nacional de Referência Cultural (INRC) e pelo Sistema Integrado de Conhecimento e Gestão (SICG). Uma vez que a ação da mídia televisiva nacional tende a produzir a anulação dos dialetos, impondo um único como variedade de prestígio, é de fundamental importância registrar informantes representativos dessas múltiplas variedades, constituindo um corpus multimidiático que permita a consulta futura dessas diversidades, caso venham a anular-se. Paralelamente, esta Ação de Extensão desenvolve nas comunidades envolvidas a consciência da importância da variedade dialetal na construção da diversidade lingüístico-cultural brasileira, um dos maiores patrimônios nacionais. Essa visão crítica permitirá a elevação da auto-estima das comunidades, que passarão a perceber os mecanismos ideológicos subjacentes às relações de dominação social por via lingüística.

Coordenador (a): Prof. Dr. Cirineu Cecote Stein

Contatos:
E-mail: cirineu.stein@cchla.ufpb.br
Site:

topo

Jornais e Folhetins Literários da Paraíba no Século XIX

Apresentação:

Coordenador(a):

Contatos:
E-mail:
Site: http://www.cchla.ufpb.br/jornaisefolhetins/

topo

Grupo de Estudos em Fonética – GEFone

Apresentação: O Grupo de Estudos em Fonética – GEFone – é um grupo de estudos permanente, com vistas à consolidação e ao desenvolvimento do conhecimento fonético. Direcionado à pesquisa pura e aplicada, o GEFone congregará pesquisadores e futuros pesquisadores em torno da ciência fonética per se e suas aplicações na área educacional, como discriminado em cada uma das linhas de atuação propostas a seguir. a) A Fonética e o ensino do Português como língua materna – contempla peculiaridades da Fonética aplicáveis à prática cotidiana escolar, tanto no nível fundamental quanto no nível médio. Entre outras atividades, serão desenvolvidas pesquisas relacionadas às dificuldades do processo ensino-aprendizagem que possam ser amenizadas por meio da criação de material didático específico. b) A Fonética e o ensino do Português como língua estrangeira – contempla as peculiaridades da Fonética aplicáveis a uma metodologia que busque otimizar o processo de ensino-aprendizagem do Português por usuários não-nativos da língua. As pesquisas desenvolvidas focalizam aspectos específicos do Português (como ritmo, articulação e coarticulação segmental) e também de outras línguas, contrastando especificidades fonéticas de uma e de outras, também com vistas à produção de material didático específico e técnicas facilitadoras da aprendizagem. c) A Fonética e a pesquisa acústico-articulatória – direcionada para a pesquisa pura, contemplando desde o nível segmental até os níveis suprassegmentais, considerando tanto as peculiaridades acústicas dos segmentos fônicos quanto as articulatórias. Apesar de seu direcionamento específico, considera-se que os resultados obtidos com essa linha de atuação serão de importância considerável para subsidiar as duas linhas de atuação anteriormente descritas.

Coordenador(a): Prof. Dr. Cirineu Cecote Stein

Contatos:
E-mail:cireneu.stein@cchla.ufpb.br
Site:

topo

Núcleo de Estudos Aprofundados de Línguas Clássicas – NEALC

Apresentação: O NEALC, Núcleo de Estudos Aprofundados de Línguas Clássicas, intenta
realizar estudos de tradução de textos clássicos e a análise linguística da língua grega e da língua latina nesses respectivos textos. O fruto desses estudos repercute diretamente no desenvolvimento científico e acadêmico do Curso de Letras, especificamente em Filologia, Literatura, Língua Portuguesa e Línguas Clássicas, e de áreas afins, como Filosofia, História e Direito, tendo em vista que o entendimento dessas línguas é imprescindível para uma compreensão mais vertical dessas mesmas áreas. Atualmente, desenvolvemos um projeto de tradução da obra do autor latino Tito Lívio, Ab Urbe Condita.

Coordenador (a): Profª Drª Alcione Lucena de Albertim

Contatos:
E-mail: lucena25@hotmail.com
Site:

topo

Laboratório de Estudos Semióticos – LES

Apresentação:O Laboratório de Estudos Semióticos (LES), criado em 2000, tem como objetivo estudar a poesia contemporânea , tanto brasileira, como estrangeira. A música popular brasileira – MPB – também está no campo de interesse deste grupo de pesquisa. Atualmente o LES desenvolve a pesquisa intitulada “Poesia em novos suportes”, em que estuda a poesia feita para computador e que se vale dos recursos desta nova “máquina semiótica”. Ou seja, estuda-se a produção da Poesia Digital, tanto brasileira quanto estrangeira, buscando analisá-la à luz da Semiótica da Cultura.

Coordenador (a): Amador Ribeiro Neto

Contatos: (83) 8769-1953
E-mail: amador.ribeiro@uol.com.br
Site:

topo

Grupo Interdisciplinar de Estudos Medievais

Apresentação: O Grupo Interdisciplinar de Estudos Medievais (GIEM), vinculado ao diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq desde 2007, é composto por pesquisadores, professores, estudantes de diversas áreas que desenvolvem pesquisas relacionadas ao medievo. O grupo é constituído de 5 linhas de pesquisa: Estudos interdisciplinares em Cultura Popular: do medieval ao contemporâneo, Representação feminina na Literatura Medieval, Ressonâncias medievais na Literatura contemporânea de língua portuguesa, Tradução de textos medievais de autoria feminina, Utopia e resistência na Baixa Idade Médiacujos . As atividades do grupo se desenvolvem em ensino, pesquisa e extensão: desenvolvimento de projeto PIBIC e de TCC na área de Literatura Medieval, do DLCV, disciplinas oferecidas em Programas de Pós-Graduação, promoção de eventos de âmbito nacional e internacional, publicação de ensaios, artigos críticos e traduções de textos medievais.

Coordenador (a): Profª Drª.Luciana Eleonora de Freitas Calado Deplagne

Contatos:
E-mail:lucianaeleonora@yahoo.com.br
Site: giem-estudosmedievais.blogspot.com.br

topo