José Ratton apresenta programa Pacto pela Vida em conferência

Ação do Governo de Pernambuco reduziu em 13% o índice de homicídios em pouco mais de três anos

O cientista social, José Luiz Ratton, da UFPE, apresentou, nesta segunda-feira (22), durante sua conferência no IX CCHLA Conhecimento em Debate, o plano Pacto Pela Vida, que foi implementado pelo Governo de Pernambuco há três anos e que já reduziu em 13% o número de homicídios no Estado.

Ratton é o assessor especial do programa política pública de segurança, que foi construído de forma pactuada com a sociedade, em articulação permanente com o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Assembléia Legislativa, os municípios e a União.

Na sua apresentação, o professor destacou os dados da criminalidade no país e os elementos que contribuem para os altos índices de crimes violentos: desorganização social; a concentração e implosão da violência; a cultura da honra, virilidade e masculinidade; elevada disponibilidade de armas de fogo; a criminalidade organizada e semi-organizada; territorização, vinganças e inexistência ou ausência do estado; e a inexistência de políticas publicas de segurança.

Desde que foi implanto, em maio de 2007, o número de homicídios reduziu 13% em Pernambuco. De acordo com José Luiz Ratton, o resultado deve-se aos investimentos em infraestrutura e pessoal, ações preventivas e repressivas governamentais combinadas com uma participação efetiva da sociedade na prevenção da criminalidade.

A primeira atividade do Pacto pela Vida foi a elaboração do Plano Estadual de Segurança Pública (PESP-PE 2007). A partir daí, foram definidos 138 projetos estruturadores e permanentes de prevenção e controle da criminalidade, produzidos pelas câmaras técnicas, aglutinados em torno das linhas de ação e executados por organizações do Estado e da Sociedade.

Para conhecer mais sobre o projeto, basta acessar: http://www.pactopelavida.pe.gov.br/

Confira programação completa.