Música em Performance é encerrado nesta sexta-feira (26)

Durante os cinco dias de evento houve intensa integração entre música popular e clássica, com a presença de grande público

O Música em Performance, evento organizado pelo Departamento de Música da UFPB, será encerrado nesta sexta-feira (26), com uma vasta e diversificada programação. O evento acontece paralelamente ao IX CCHLA Conhecimento em Debate, realizado pelo Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFPB. Nesta sua segunda edição, o Música em Performance homenageia o músico e professor da UFPB, Radegundis Feitosa, um dos maiores trombonistas do mundo, falecido em julho deste ano.

“Em todas as apresentações, tivemos uma plateia ativa, com auditórios lotados, em uma integração dos alunos de música com os participantes do CCHLA em Debate”, ressaltou o professor do Departamento de Música e um dos organizadores do evento, Felipe Aquino. Além dos recitais nos auditórios, foi montado um grande palco próximo ao CCHLA, onde houve apresentações todas as noites. “Os shows no palco aberto eram como uma celebração de um dia de debates e palestras”, completou o professor.

Neste último dia de evento, será apresentado um dos recitais mais esperados. A pianista, professora e pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Catarina Domenici, irá se apresentar no auditório do Departamento de Música, a partir das 16h30. Com mais de 20 anos dedicados à performance da música contemporânea, Catarina já se apresentou em diversos festivais e recebeu vários prêmios internacionais. Na quinta-feira (25), ela foi uma das palestrantes do IX CCHLA Conhecimento em Debate.

Orquestra, trombones e José Siqueira

A partir das 19h, no auditório da Reitoria, haverá o encerramento oficial do Música em Performance. Irão se apresentar a Orquestra Sinfônica Juvenil da UFPB, coordenada pela professora Luceni Caetano da Silva e sob regência de Geraldo Dias; o Paraibones, conjunto de trombones, formado por ex-alunos de Radegundis Feitosa; e a Banda Sinfônica José Siqueira, coordenada pelo professor Sandoval Moreno.

No encerramento do evento, o professor Radegundis será mais uma vez homenageado, com a apresentação de seus ex-alunos. “O Paraibones tocou na abertura do evento, sob a regência de Carlos Anísio, e emocionou a plateia. Os alunos vão homenagear seu professor mais uma vez”, afirmou Felipe Aquino.

A Banda Sinfônica José Siqueira também fará uma homenagem ao professor Radegundis. O maestro Sandoval Moreno, coordenador da banda, também é professor de trombone e tinha uma forte ligação com Radegundis. A banda foi criada em 1986, no Departamento de Música da UFPB, com o objetivo de promover o desenvolvimento dos alunos de sopro e percussão. Em suas apresentações, enfatiza o repertório brasileiro e o tradicional de banda sinfônica.

Confira programação completa.