UFPB realiza 9a edição do CCHLA Conhecimento em Debate

O evento, que começa nesta segunda-feira (22) e segue até a sexta-feira (26), vai reunir pesquisadores de renome nacional, professores e estudantes

Tem início nesta segunda-feira (22) a nona edição do IX CCHLA Conhecimento em Debate, realizado pelo Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFPB. O evento, que vai reunir pesquisadores de renome nacional, professores e estudantes, tem como tema central “Humanidades hoje!” e objetiva incentivar e reforçar o diálogo entre os diversos saberes. No encontro, serão discutidos, entre outros pontos, qual tem sido o lugar das humanidades nas sociedades contemporâneas e o que estaria acontecendo às ciências humanas, à filosofia, às letras e às artes neste início de milênio.

Nesta edição, o CCHLA Conhecimento em Debate presta homenagem ao cientista social Francisco de Oliveira, professor emérito da USP, e ao professor Radegundis Feitosa, grande mestre da música paraibana, nordestina e brasileira.

Ao longo de cinco dias, serão apresentadas conferências, palestras e debates relacionadas a nove eixos temáticos: Trabalho e reconhecimento; Violência, cultura e direitos humanos; Gerações, modos de vida e política públicas; Crítica, linguagem e contemporaneidade; Sociabilidades, identidades e políticas; Conhecimento, universidade e sociedade; Artes, mídias e discursos; Natureza e sustentabilidade e Temporalidades clássicas e modernas.

De acordo com a diretora do CCHLA, Aparecida Ramos, o evento é constitui em um espaço importante em que a condição dos saberes multifacetados dos especialistas se transforma em interfaces dialogais entre as várias áreas de conhecimento que compõem a realidade efetiva do CCHLA. “Além de incentivar e reforçar ainda mais este diálogo interno entre os saberes, convidamos especialistas nas diversas áreas das humanidades para refletir conosco o lugar que as humanidades ocupam na modernidade tardia”, destacou Aparecida Ramos.

Um dos destaques da vasta programação do CCHLA Conhecimento em Debate são as conferências. Logo após a abertura do evento na segunda-feira (22), às 9h, o cientista social e professor emérito da USP, Francisco Oliveira, vai ministrar uma conferência sobre “Humanidades”, às 10h00, no Auditório do CCSA. À tarde às 16h, será a vez do professor José Luiz Ratton, da UFPE, que vai discutir Violência, Cultura e Direitos Humanos.

Título de doutor honoris causa

Francisco Cavalcanti de Oliveira, mais conhecido como Chico de Oliveira, vai receber, na segunda-feira (22), às 19h, no auditório do CCSA, o título de doutor honoris causa da Universidade Federal da Paraíba. Sociólogo e professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Chico de Oliveira acompanhou os principais fatos da política contemporânea nacional, trabalhou na Sudene ao lado de Celso Furtado, assistiu ativamente a ascensão do PT e ajudou a fundar o PSOL. Nasceu em Recife, no dia 7 de novembro de 1933.

Site do evento: www.cchla.ufpb.br/conhecimentoemdebate2010

Confira programação completa.

UFPB realiza nova edição do CCHLA em Debate

O evento, que começa nesta segunda-feira (22) e segue até a sexta-feira (26), vai reunir pesquisadores de renome nacional, professores e estudantes

Tem início nesta segunda-feira (22) a nona edição do IX CCHLA Conhecimento em Debate, realizado pelo Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFPB. O evento, que vai reunir pesquisadores de renome nacional, professores e estudantes, tem como tema central “Humanidades hoje!” e objetiva incentivar e reforçar o diálogo entre os diversos saberes. No encontro, serão discutidos, entre outros pontos, qual tem sido o lugar das humanidades nas sociedades contemporâneas e o que estaria acontecendo às ciências humanas, à filosofia, às letras e às artes neste início de milênio.

Nesta edição, o CCHLA em Debate em Debate presta homenagem ao cientista social Francisco de Oliveira, professor emérito da USP, e ao professor Radegundis Feitosa, grande mestre da música paraibana, nordestina e brasileira.

Ao longo de cinco dias, serão apresentadas conferências, palestras e debates relacionadas a nove eixos temáticos: Trabalho e reconhecimento; Violência, cultura e direitos humanos; Gerações, modos de vida e política públicas; Crítica, linguagem e contemporaneidade; Sociabilidades, identidades e políticas; Conhecimento, universidade e sociedade; Artes, mídias e discursos; Natureza e sustentabilidade e Temporalidades clássicas e modernas.

De acordo com a diretora do CCHLA, Aparecida Ramos, o evento é constitui em um espaço importante em que a condição dos saberes multifacetados dos especialistas se transforma em interfaces dialogais entre as várias áreas de conhecimento que compõem a realidade efetiva do CCHLA. “Além de incentivar e reforçar ainda mais este diálogo interno entre os saberes, convidamos especialistas nas diversas áreas das humanidades para refletir conosco o lugar que as humanidades ocupam na modernidade tardia”, destacou Aparecida Ramos.

Um dos destaques da vasta programação do CCHLA em Debate são as conferências. Logo após a abertura do evento na segunda-feira (22), às 9h, o cientista social e professor emérito da USP, Francisco Oliveira, vai ministrar uma conferência sobre “Humanidades”, às 10h00, no Auditório do CCSA. À tarde às 16h, será a vez do professor José Luiz Ratton, da UFPB, que vai discutir Violência, Cultura e Direitos Humanos.

Título de doutor honoris causa

Francisco Cavalcanti de Oliveira, mais conhecido como Chico de Oliveira, vai receber, na segunda-feira (22), às 19h, no auditório do CCSA, o título de doutor honoris causa da Universidade Federal da Paraíba. Sociólogo e professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Chico de Oliveira acompanhou os principais fatos da política contemporânea nacional, trabalhou na Sudene ao lado de Celso Furtado, assistiu ativamente a ascensão do PT e ajudou a fundar o PSOL. Nasceu em Recife, no dia 7 de novembro de 1933.