Grupo Camena faz concertos de música barroca

As apresentações acontecem nesta quinta-feira (25), sábado (27) e domingo (28), às 18h, no Centro Cultural São Francisco, em João Pessoa

O Grupo Camena realiza, hoje (25), sábado (27) e domingo (28), às 18h, três concertos no Centro Cultural São Francisco, Centro de João Pessoa, apresentando obras do barroco italiano e colonial latino americano. O espetáculo intitulado Cantata Humana é dirigido por Ibaney Chasin, com entrada franca ao público.

A apresentação do Grupo Camena tem a participação de professores e alunos do Departamento de Música (Demus) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e traz ao palco a soprano Paloma Lima. Formada em música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e em História pela UFPB, a cantora volta a se apresentar em João Pessoa com o grupo musical que ajudou a fundar em 1996 ao lado de Heloísa Muller e Ibaney Chasin e com o qual realizou inúmeros concertos pelas principais cidades do Brasil.

Participam da apresentação o trompetista Daniel Cavalcante, a sanfona de Helinho Medeiros, Tânia Neiva tocando cello, Gledson Meira na percussão, Heloísa Muller ao cravo e Ibaney Chasin tocando a guitarra barroca e o chitarrone, além da participação especial do barítono Rafael Laurindo que acaba de retornar de temporada de estudos na Universidade de Manchester (Inglaterra).

No repertório destacam-se a cantata de Alessandro Melani para canto e trompete, All’armi pensieri (Às armas, pensamentos), obra que trata do jogo guerreiro do amor, temática muito apreciada na poesia do Barroco; obras dos também italianos Claudio Monteverdi, Luigi Rossi e Roque Ceruti, este último radicado no Peru desde os 24 anos foi o responsável pela introdução das tradições musicais italianas naquele país. Também terá o francês Henri Le Bailly e um vilancico português do século XVI extraído da coleção do Cancioneiro d’Elvas, uma das fontes mais importantes de música profana na Península Ibérica. O manuscrito, com obras em português e castelhano foi descoberto em 1928, na Biblioteca Municipal de Elvas, pelo musicólogo Manuel Joaquim e posteriormente publicado em 1940.

Contatos pelo telefone: (83) 3268-0511; ou pelo correio eletrônico heloisa_muller@uol.com.br.

Fonte: Agência de Notícias da UFPB – Com informações do Demus