Pesquisadora do NCDH lança livro sobre Linchamento

A professora e pesquisadora, Doutora Luziana Ramalho, do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos (NCDH) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) lançou recentemente seu livro “… O que não tem governo… : Estudo sobre Linchamento”, publicada pela Mídia Gráfica e Editora. O livro é um estudo numa perspectiva sociológica sobre a violência. 

            A pesquisadora trabalha com o tema da Violência e Segurança desde a sua graduação. Quando mestranda fez um trabalho no Lar do Garoto em Campina Grande, numa discussão sobre instituição total e medidas sócio-educativas. “Trabalho há treze anos com educação e sempre privilegiei a pesquisa nessa perspectiva mais sociológica e voltada aos estudos de violência e segurança pública. Minhas orientações de TCC e projetos são sempre com essa abordagem”, declara a professora.

            O livro discute a escalada da violência e como o estado democrático de direito é incapaz de dar conta do uso legitimo da violência. “Os linchamentos acenam exatamente para o processo de resistência, de contra-conduta e de descrédito da população na justiça, e como o próprio titulo sugere, o linchamento é uma busca de justiça popular, justiça imediata, porque as pessoas estão extremamente incrédulas da justiça dita oficial legitimada”, afirma a pesquisadora.

             Atualmente Luziana Ramalho trabalha com um novo projeto, o lançamento do livro A inversão do corpo moldável ou como dispensar os incluídos. O livro faz parte de uma coletânea e também aborda o assunto violência e segurança na mesma perspectiva teórico-metodológica e numa base pós estruturalista, através de discussões de filósofos como Focault e Nietzsche, e de alguns autores contemporâneos. “É uma coletânea minha com parceria de colegas do departamento e alunas que passaram por orientação de estagio em presídio e em instituições totais, como asilos. Nessa coletânea iremos abordar justamente esse lugar que segundo a discussão contemporânea dos marxistas atuais, acontece a descartabilidade de um grande número e uma grande parcela da população que eles vão chamar de refugos ou dejetos, no sentido da palavra mais estrito possível. Então são os descartáveis da sociedade, o subproduto ou a sub raça”. Explica Luziana.

             O Livro “… O que não tem governo… : Estudo sobre Linchamento”, está à venda na Livraria do CCHLA na Praça da Alegria, já a coletânea “A inversão do corpo moldável ou como dispensar os incluídos”, ainda está sem previsão de lançamento, e a proposta é que seja lançado através do Projeto Coleção Humanidades de CCHLA.

 Fonte: Luziana Ramalho

Setor de Comunicação do CCHLA – Estagiária: Polyanna Gomes.