DEBATE: “Duas expressões da fantasmagoria no cinema: Ingmar Bergman & Kiyoshi Kurosawa”

19h, no auditório 411 do CCHLA da Universidade Federal da Paraíba, acontecerá o debate “Duas expressões da fantasmagoria no cinema: Ingmar Bergman & Kiyoshi Kurosawa”.

Na ocasião serão discutidas formas peculiares da representação de “elemento fantásticos” no cinema de autor, utilizando-se como exemplos os filmes O Silêncio (1963), de Ingmar Bergman, e Para o outro lado (2015), de Kiyoshi Kurosawa, que será exibido antes da discussão teórica. Serão também abordadas as soluções técnicas e estéticas utilizadas quando o escritor/roteirista/diretor opta por não deixar claro para o espectador se tal ou qual personagem representa efetivamente a materialização de um fantasma, ou se, por outro lado, aquilo que é mostrado na tela não é nada além da projeção onírica da mente de uma personagem real.

Com mediação do diretor de arte Romero Sousa, participarão da mesa redonda a pesquisadora Dayse Ramos ( Paris VIII), o cineasta Torquato Joel e a psicóloga Patrícia Rodrigues. O grupo discutirá recursos de elementos fantásticos no cinema contemporâneo.

Texto de Wagner Monteiro e arte de Thiago Trapo.