Aruandando no Campus – Pastor Claudio no Cine Aruanda

Estréia nacional do filme “Pastor Cláudio”, da diretora Beth Formaggini, terá sua primeira (e única) exibição pública na Paraíba no dia 26 deste mês, às 18h30, no Campus I da UFPB no Cine Aruanda.

O filme documentário mostra o encontro entre o bispo evangélico Cláudio Guerra — ex-delegado responsável por assassinar, enterrar e incinerar os corpos dos militantes opositores à Ditadura Militar no Brasil (1964-1985), — e Eduardo Passos — psicólogo e ativista dos Direitos Humanos, que trabalha no atendimento a vítimas da violência do Estado.

Segundo a cineasta Beth Formaggini, o pastor Cláudio, respaldado por uma polêmica Lei da Anistia, e hoje membro ativo da comunidade evangélica, revela, dentre outros crimes, como fazia para desaparecer com corpos durante sua atuação no período da ditadura militar.
A entrada é gratuita e a programação faz parte da reabertura das ações de extensão universitária do projeto ‘Aruandando no Campus – Ano 4’| Edição 2019.

Para o prof. Rodrigo Freire (vice diretor do CCHLA e coordenador do Grupo de Pesquisa Memória, Política e Direitos Humanos), o filme ‘Pastor Claudio’ traz um “depoimento forte e praticamente inédito vindo de um agente estatal violador de direitos humanos na ditadura, pois, como é sabido, o que imperou entre os militares, após a reconquista da democracia, foi um ‘pacto de silêncio’ sobre o período ditatorial”.

Uma parceria com o Grupo de Pesquisa Memória, Política e Direitos Humanos, do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos (PPDH) e apoio da direção do CCHLA e do CCTA (chancela dos cursos de Comunicação em Mídias Digitais e de Cinema e Audiovisual da UFPB)

Debate: Logo em seguida à exibição do documentário, será realizado um debate entre a diretora e os docentes da UFPB, Nelson Rosas (economista e ex-militante do PCB nos anos 1970/80), Rodrigo Freire de Carvalho (vice-diretor do CCHLA) e Monique Cittadino (Depto de História/ PPGDH), com mediação do coordenador do projeto ‘Aruandando no Campus’, Lúcio Vilar.