Linhas de Pesquisa

1. Imagem, Arte e Performance

Esta linha busca produzir reflexões acadêmicas sobre o uso da imagem na pesquisa antropológica – do filme etnográfico a fotografias, hipermídias, cinema, exposições, etc. – e articulá-las a questões ligadas a manifestações artísticas e performáticas. Também dá suporte aos estudos de memória e de registro visual com foco no patrimônio cultural e imaterial.

Docentes: João Martinho de Mendonça, Lara Santos de Amorim, Luciana Chianca, Mauro Koury, Carlos Xavier netto, Maria Otília Storni (colaboradora) e Kelly Oliveira (colaboradora).

2.Corpo, Saúde, Gênero e Geração

Nesta linha de pesquisa, destacamse temas voltados para corporalidades, sexualidades, sofrimentos, saúde, biomedicina, geração, juventude, infância, crianças, diferenças de gênerotemas clássicos da antropologia, que merecem uma atualização e ampliação de pesquisas no Brasil e no Nordeste.

Docentes: Flávia Ferreira Pires, Ednalva Maciel Neves, Márcia Longhi, Marco Aurélio Paz Tella, Mónica Franch, Pedro Nascimento, Luciana Ribeiro (colaboradora), Rosa Melo (colaboradora) e Silvana de Souza Nascimento (colaboradora).

3. Território, Identidade e Meio Ambiente

Busca elaborar pesquisas que dêem conta da diversidade dos grupos étnicos e populações ditas tradicionais, entre eles, índios, quilombolas, ciganos, pescadores e camponeses. Ao mesmo tempo, pretende compreender as relações que essas populações estabelecem com os processos políticos, territoriais e religiosos contemporâneos e suas novas construções identitárias. A ênfase no território e no meio ambiente é inédita nos programas de antropologia existentes na região nordeste e contempla uma demanda por capacitação nessas temáticas.

Docentes: Alexandra Barbosa, Estêvão Martins Palitot, Fabio Mura, Maristela Andrade, Patricia Goldfarb, Carlos Xavier Netto, Ruth Henrique (colaboradora), Rosa Melo (colaboradora) e Kelly Oliveira (colaboradora).

4. Etnografias e Sociabilidades Urbanas

Esta linha busca produzir reflexões e pesquisas etnográficas urbanas, com foco na tradição de estudos da antropologia urbana da cidade e na cidade: do fenômeno urbano e suas práticas e discursos; da circulação e relação de pessoas e coisas; das metrópoles, seus processos de urbanização e suas práticas; das políticas e relações entre campo e cidade perfazendo a construção de territorialidades, fronteiras, espaços, emoções e discursos.

Parte-se da compreensão sobre as diversas formas e dinâmicas de manifestações, sociabilidades e comportamentos dentro de espaços urbanos entre grupos e indivíduos que interagem produzindo e construindo vida no contexto do cenário cotidiano da cidade, tais como: intervenções urbanas e culturas juvenis; festas e musicalidades; patrimônio, memória e espaço público; formas de segregação, marcadores sociais da diferença e relações étnico-raciais; grupos urbanos e situações de vulnerabilidade social; subversão, sociabilidades urbanas e uso de drogas; criminalidades, violências e segurança pública, dentre outros que tenham como ponto de reflexão as práticas, dinâmicas, processos de identificação, buscas por reconhecimentos e subjetividades produzidas na cidade.

Docentes: Patrícia Goldfarb, Lara Amorim, Marco Aurélio Paz Tella, Mauro Koury, Luciana Chianca, Mónica Franch, Luciana Ribeiro (colaboradora) e Silvana de Souza Nascimento (colaboradora).

5. Políticas Sociais e Desenvolvimento

Realiza pesquisas e estudos etnográficos nas interfaces entre cultura, desenvolvimento e as políticas sociais em articulação com as demandas de movimentos sociais, e atuações do Estado. Investiga os efeitos das políticas sociais nas reconfigurações de modos de vida, tradições e identidades sobre diferentes grupos.

Docentes: Alexandra Barbosa, Estêvão Martins Palitot, Fabio Mura, Maristela Andrade, Alicia Ferreira Gonçalves, Flávia Ferreira Pires e Ruth Henrique (colaboradora).