D-2014

____________________________________________________________________________________________

GABRIELA DE SOUZA ARRUDA

O ESPAÇO COMO NARRATIVA DE REPRESSÃO EM CONTOS DE CAIO FERNANDO ABREU

____________________________________________________________________________________________

ANA LÚCIA MARIA DE SOUZA NEVES

“UM ATALHO, UMA CLAREIRA, COISA ASSIM, NO CAMINHO”: REFLEXÕES SOBRE OS LUGARES DE
HENRIQUETA LISBOA NO CONTEXTO DA LITERATURA BRASILEIRA.


MÔNICA CRISTINA NASCIMENTO NUNES

O SERTÃO ROMÂNTICO: LEITURA DE O SERTANEJO, DE ALENCAR, E DE INOCÊNCIA, DE TAUNAY.


ALEXANDRE DE ALBUQUERQUE SOUSA

ELECTRA SOB AS LUZES DA RIBALTA: AÇÃO E ETHOS TRÁGICO EM MOURNING BECOMES ELECTRA, DE EUGENE O’NEILL.


CAMILA MACHADO BURGARDT

A INVENÇÃO DA SECA NO SÉCULO XIX: A IMPRENSA DO NORTE E O ROMANCE OS RETIRANTES.


PAULO ALDEMIR DELFINO LOPES

UMA ARQUEOLOGIA DO IMAGINÁRIO DO CORPO NA REVISTA JUNIOR


EMMANUELA NOGUEIRA DINIZ

IMAGEM DO SOL, LINHA SEGMENTADA E A CAVERNA NA POLITEIA DE PLATÃO


ARIELA FERNANDES SALES

A VOZ INSIDIOSA DA TRAIÇÃO: TRAGÉDIA, MELODRAMA E FAIT DIVERS EM A MULHER SEM
PECADO, DE NELSON RODRIGUES.


RINAH DE ARAÚJO SOUTO

O OLHO, A MÃO E O CALEIDOSCÓPIO: ESPAÇO(S) E VIOLÊNCIA EM CONTOS DE TEOLINDA GERSÃO


MARIA TERESA RABELO RAFAEL

A ESCRITA DO EU EM LA PLACE E LES ARMOIRES VIDES, DE ANNIE ERNAUX: ENTRE A HISTÓRIA E A SOCIOLOGIA


RANIERE DE ARAÚJO MARQUES

MODERNIZAÇÃO ESTÉTICA E SUJEITOS PERIFÉRICOS EM PAULICÉIA DESVAIRADA DE MÁRIO DE ANDRADE


SUÉLLEN RODRIGUES RAMOS DA SILVA

ARTUR E SANTIAGO : RELAÇÕES ENTRE JORNALISMO NARRATIVO E CINEMA – DOCUMENTÁRIO


MICHEL DE LUCENA COSTA

ORFEU DA CONCEIÇÃO: RESSIGNIFICAÇÃO DO MITO A PARTIR DA CARNAVALIZAÇÃO DO TRÁGICO


AURICÉLIO SOARES FERNANDES

A “QUEDA” DAS CASAS DE POE E CORMAN: AMBIENTAÇÃO, PERSONAGENS E MISE-EN-SCÈNE


SHEILA MARIA TABOSA SILVA SOUTO

TRADUÇÃO NO CONTEXTO DA ERA VARGAS: ERICO VERÍSSIMO, TRADUTOR DE ALDOUS HUXLEY


MARIA CECÍLIA PIMENTEL DE CASTRO PINTO ALMEIDA

MANUEL BANDEIRA ENTRE O SAGRADO E O PROFANO


ENY ARAUJO ROCHA

AS MULHERES E O MEIO AMBIENTE, NO ROMANCE TERRAS DO SEM FIM, DE JORGE AMADO.


ADRIANA NUVENS DE ALENCAR

A TERRA, A VIDA E A GENTE CARIRIENSE EM NARRATIVAS EPISTOLARES DE PATATIVA DO ASSARÉ