T-2012

ANA LUISA DOS SANTOS CAMINO

MITO E TRAGÉDIA MODERNA: ORESTES E ELECTRA REVISITADOS POR JEAN GIRAUDOUX E JEAN-PAUL SARTRE


ANDRÉA COSTA BUHLER

UM CONTO, UM HERÓI, UMA HISTÓRIA: DO UNIVERSO MARAVILHOSO DAS NARRATIVAS POPULARES ÀS SAGAS DO SERTÃO NA OBRA SAGARANA


ARISTÓTELES DE ALMEIDA LACERDA NETO

CONFIGURAÇÃO DA VIOLÊNCIA EM CONTOS DA LITERATURA BRASILEIRA CONTEMPORÂNEA 


CÍCERO NICÁCIO DO NASCIMENTO LOPES

A GRANDE DOR DAS COISAS QUE PASSARAM: A RECORDAÇÃO CONTEMPLATIVA NA CRÔNICA DE RUBEM BRAGA


CLEIDE PEREIRA MONTEIRO

A NOÇÃO DE LALÍNGUA: UMA CONTRIBUIÇÃO DA PSICANÁLISE LACANIANA À CONCEPÇÃO DE LÍNGUA


DÉBORA CAVALCANTES DE MOURA CLEMENTE

REPRESENTAÇÕES DA HISTÓRIA DA PEDRA DO REINO NO ROMANCE O REINO ENCANTADO (1878), DE ARARIPE JR


DENISE LIMA GOMES DA SILVA

DAS INQUIETUDES DA LINGUAGEM: SIGNO, SUJEITO, SENTIDOS


GLÓRIA MARIA OLIVEIRA GAMA

ESCRITA MASCULINA/PERSONAGENS FEMININAS: OS CONTOS DE RINALDO DE FERNANDES


IVANILDA MARQUES

NO DISCURSO LITERÁRIO: UM OLHAR NA SEXUALIDADE MASCULINA E FEMININA


LÚCIA MARIA FIRMO

“QUANDO A LAMA VIROU PEDRA E MANDACARU SECOU”… “EU PERDI O SEU RETRATO”: UM ESTUDO SEMIÓTICO E COMPARATIVO DOS CANCIONEIROS DE LUIZ GONZAGA E ADONIRAN BARBOSA


MARIA DO SOCORRO DE ARAÚJO CAVALCANTE

DISCURSOS DE E SOBRE CEGOS: PELAS VEREDAS DA SEMIÓTICA


MARISA NÓBREGA RODRIGUES

O ESPETÁCULO SEMIÓTICO DO CANCIONEIRO DA PARAÍBA: CANTO, GESTO E VERBALIZAÇÃO


RIVALDO PEREIRA DOS SANTOS

ENTRE SILÊNCIOS, NÓDOAS E COBIÇA: HOMOSSEXUALIDADES MASCULINAS, DOMINAÇÃO E TRANSGRESSÃO EM O BARÃO DE LAVOS, DE ABEL BOTELHO E BOM-CRIOULO, DE ADOLFO CAMINHA


ROSÂNGELA DE OLIVEIRA SILVA ARAÚJO

A “ESCREVIVÊNCIA” DE CONCEIÇÃO EVARISTO EM PONCIÁ VICÊNCIO: ENCONTROS E DESENCONTROS CULTURAIS ENTRE AS VERSÕES DO ROMANCE EM PORTUGUÊS E EM INGLÊS


SÁVIO ROBERTO FONSECA DE FREITAS

A CONDIÇÃO FEMININA EM BALADA DE AMOR AO VENTO, DE PAULINA CHIZIANE


VALTER LUCIANO GONÇALVES VILLAR

OS ÁRABES E NÓS A PRESENÇA ÁRABE NA LITERATURA BRASILEIRA


JOSÉ VILIAN MANGUEIRA

REPRESENTAÇÕES DO SUJEITO FEMININO EM O DESPERTAR E RIACHO DOCE: UM ESTUDO COMPARATIVO


LUIS DE MELO DINIZ

REPRESENTAÇÕES DA INFÂNCIA ULTRAJADA E DA CRIANÇA-HERÓI: UMA LEITURA DE CHARLES DICKENS E JORGE AMADO